Guia de Companhias Aéreas de Baixo Custo – Voos Baratos!

Tudo Que Precisa Saber Sobre Voos Low Cost

Foi no final do século passado que surgiram os primeiros voos low cost, dando início a uma verdadeira revolução nas viagens internacionais. Se até então, os preços de um bilhete de avião eram notoriamente caros – muitas vezes proibitivos – o advento de companhias com a Ryanair e a EasyJet, que introduziram o conceito de voos low cost, mudou radicalmente a maneira como muitos de nós se deslocam em viagens de longa distância.

Graças a este fenómeno, hoje em dia é frequentemente mais barato viajar de avião para muitos destinos de longo curso do que recorrer a meios de transporte terrestres, como comboio ou autocarro. No entanto, nem tudo são rosas: as companhias áreas low cost operam baseadas num modelo de negócio muito característico, e é importante estar familiarizado com as limitações próprias do tipo de serviço que disponibilizam. Caso contrário, corre-se o risco de sofrer algum desapontamento e frustração ao invés de atingir a satisfação de uma viagem realmente económica.

Como funcionam as companhias aéreas low cost?

O modelo de negócio das companhias aéreas low cost é classificado pelas mesmas como sendo “no-frills”, o que pode ser traduzido como “sem adornos”. Isto é, estas companhias concentram-se em oferecer o mínimo indispensável – um lugar numa viagem de avião – eliminando toda a espécie de mimos ao passageiros e luxos surpérfluos (includindo a possbibilidade de marcar um lugar específico no avião), de modo a reduzir ao máximo os custos operacionais.

Adicionalmente, a maioria das companhias low cost normamente disponibilizam as marcações e vendas de bilhetes exclusivamente através da Internet, o que lhes permite poupanças significativas em manutenção logística e de pessoal. É através destas estratégias que as companhias aéreas de baixo custo conseguem proporcionar aos seus passageiros viagens realmente baratas.

Enquanto que as companhias aérea convencionais disponibilizam nos aeroportos balcões de atendimento especializado, e presenteiam os passageiros com toda a espécie de brindes, como lanches, revistas, e brinquedos para as crianças durante os voos… numa viagem low cost o único privilégio disponível é de facto o de fazer uma viagem aérea. Isto não quer dizer que nas companhias baratas não exista serviço de bordo; simplesmente, neste modelo de voo, absolutamente todos os extras implicam o pagamento de taxas extra. Até mesmo coisas tão simples como acesso à bagageira de porão, são muitas vezes associados a custos adicionais.

Existem custos escondidos nestas viajens baratas?

Isto leva a uma questão muito importante: muitas vezes, existem custos escondidos nas viagens low cost. É muito comum que os passageiros desprevenidos acabem por gastar mais que o pretendido, ao deixarem-se seduzir pelos produtos e serviços adicionais que muitas vezes estão disponíveis a bordo. Se quer evitar estas tentações (e gastos extra), é recomendável que leve um lanche consigo na sua bagagem de mão.

Outro custo extra que é comun nos voos baratos dizem respeito às taxas de aeroporto, que normalmente são cobradas separadamente do preço do bilhete. Isto pode induzir os passageiros em erro, fazendo parecer que o custo da viagem será mais barata do que realmente é. É importante estar atento a estas taxações extra, ao comprar o seu bilhete para um voo low cost.

Planeando as suas poupanças com avanço

Outro factor muito importante a ter em conta é a marcação em avanço da sua viagem; regra geral, quanto mais cedo comprar o seu bilhete, mais barato será o custo. Isto acontece porque as companhias aéreas económicas tendem a subir o preço por bilhete exponencialmente (e instantaneamente), à medida que os lugares num voo começam a escassear. A difrença pode ser tão significativa que às vezes um bilhete low cost comprado em cima da data do voo pode aproximar-se do custo de um bilhete equivalente numa companhia aérea convencional.

Tendo isto em conta, é crucial que planeie as sua viagens com vários meses de avanço. Se pretender poupar ao máximo, o ideal é organizar a sua viagem em função da disponibilidade de um bilhete económico para o destino que pretende. Para isso, recomendamos que verifique frequentemente os websites de várias companhias low cost, dado que os preços dos bilhetes variam diariamente. Quando encontrar um bilhete disponível a um preço que lhe agrade, adquira-o imediatamente, e a partir daí poderá organizar a sua viagem com a segurança que irá realmente economizar nos custos de transporte.

Além de comparar os preços em várias companhias low cost, recomendamos que preste também atenção ao custo dos bilhetes nas companhias aéreas comuns. Muitas vezes irá encontrar promoções disponíveis que lhe permitirão usufruir de um voo mais confortável a um preço surpreentemente barato; esta é uma estratégia comun utilizada pelas companhias tradicionais para competir com a indústria low cost, e muitas vezes compensa estar atento a tais ofertas.

Mantenha estes conselhos em mente ao preparar a sua próxima viagem, e certamente irá conseguir maximizar a sua satisfação e minimizar os custos.

Scroll to Top